30 de set de 2007 21:42 - :: ultranol ::

Reunião dos "Imigrantes Anônimos"

"Oi, eu sou Fulano e já estou há 3 meses esperando o pedido dos documentos".
"Ooooooi, Fulano!"


Hoje fomos a um encontro de uma turma que tá querendo ir pro Canadá. A maioria já deu entrada, alguns estão pensando, e tinha gente até já com visto carimbado. Já houve um encontro anterior, mas este foi o primeiro que nós fomos.

Foi bem legal, só é uma pena que devido à geometria das mesas não deu pra conversar com todo mundo direito. Ali perto da gente ficou a Valéria, que chegou meia hora antes, a Alice que é uma das que vai ter que estudar tudo de novo quando chegar lá porque é dentista, o Márcio que não se sabe ainda o que está fazendo aqui pois já tem o visto carimbado, a Rosa Cristiane e o Manoel (Manuel?) que já têm filhos grandes e estão só planejando ainda dar a entrada... depois se aproximaram o André e a Gabriele, a Andréa e o Edu muito simpáticos mudaram de lugar pra trocar uma idéia com a gente... valeu a pena poder conversar com o pessoal falando livremente das certezas e incertezas relacionadas a essa decisão.

O encontro foi no Joe&Leo's da Barra, um lugar que eu prometi a mim mesmo não voltar mais devido à prática deles aplicarem disfarçadamente uma taxa de 12% na gorjeta ao invés de 10%... no fim, a gente foi lá porque a "anfitriã" gostava de lá e era aniversário dela... só que daí justo quem queria que fosse lá, não foi, por causa de uma bobagenzinha de uma pneumonia! Sem comentários! Camila, vou cobrar os 2% adicionais no próximo encontro, hein? hahahaha... é brincadeira, viu? mas que situação, nem conhecia ninguém e já no primeiro encontro cheguei como "o chato que reclamou dos 12%"... hehehe

Uma outra coisa interessante é que, aparentemente, o primeiro encontro teve 10 pessoas... este já teve 20... o próximo será que vai ter 40, depois 80, 160? Deus do céu, a situação tá preta, hein? O último a sair daqui que apague a luz! hehehehe

Adicionamos mais 2 blogs dessa turma aí na nossa lista de blogs: Picolé Carioca (Andréa) e Projeto Maple Leaf (André/Gabriele).

Sign us up for the next meeting!

Marcadores:

21 de set de 2007 22:30 - :: ultranol ::

TI e suas utilidades

Ultimamente, enquanto temos esperado o pedido da documentação, este que só deve vir no ano que vem, tenho adiantado o preenchimento dos próximos formulários e a reunião de toda a documentação. Uma parte dessa documentação é a comprovação dos meus anos de trabalho. Essa comprovação não é tão simples, visto que já fui contratado das mais diversas maneiras: estagiário, funcionário, prestador de serviço, cooperativado... não basta mostrar a carteira de trabalho - inclusive, levando-se em conta apenas minha carteira, eu não cheguei a trabalhar sequer um ano com informática... hehehe

Creio que essa seja uma particularidade da minha área de trabalho, TI (Tecnologia da Informação). É uma área crítica para as empresas e que precisa de muita gente qualificada, que pelo visto não tem de sobra no mercado. Os contratantes precisam sempre criar novas maneiras de chamar a atenção dos profissionais, com salários altos, bons benefícios e tudo o que for possível. Visto que, no Brasil, o método de contratação padrão faz com que praticamente metade do dinheiro gasto pela empresa com um funcionário vá imediatamente para o governo, e depois ainda esse funcionário tem mais 30% do que sobrou indo, de novo, para o governo, as empresas descobriram que poderiam gastar o mesmo valor mas remunerando de maneira muito mais substancial o seu empregado, fazendo com que ele faça parte de uma cooperativa, ou então sendo dono de uma empresa na qual o empregado é patrão e empregado ao mesmo tempo.

Por exemplo: o rapaz ganha R$ 3500 com carteira assinada. A empresa, na verdade, gasta mais de R$ 7000 pra pagar os R$ 3500 pro cara; ele, por sua vez, só vê cair na sua conta corrente R$ 2800. Se o mesmo rapaz abrir uma empresa, vai pagar de 10 a 15% de imposto sobre o valor da sua nota fiscal. A empresa agora pode oferecer um salário de R$ 7000 - o rapaz vai ter que pagar R$ 700 a R$ 1000 de impostos, mais o quanto quiser pagar de INSS, e acabou. R$ 2800 pra R$ 6000... não é uma boa?

Por isso, além de toda a documentação que puder juntar, xerox de notas fiscais emitidas, contracheques de cooperativas e empregadores, ainda quero ter uma carta de referência de cada emprego que saí, para que ao menos fique comprovado que deixei todos eles por vontade própria, e não por rixas, incompetências ou coisas do tipo.

Minha meta é conseguir 8 cartas de referência, das 8 empresas para as quais trabalhei. Já consegui duas, a do meu primeiro emprego de DBA e a do primeiro emprego da minha vida; duas estão em processo de análise dos setores jurídicos das empresas - por serem firmas grandes, não têm certeza se podem assinar uma declaração fora do padrão, já que eu solicitei algo fora do normal por ser para um processo de imigração e não para um processo seletivo de outra empresa; duas eu ainda não tentei entrar em contato; uma das empresas sumiu completamente do mapa; e o meu último emprego eu vou deixar por último.

Esse é um problema pra quem trabalha em TI, pois além de às vezes ser chato comprovar salário e vínculo empregatício, é um mercado aonde às vezes você fica pulando de galho em galho, tanto por encontrar melhores oportunidades em outros lugares, quanto por às vezes ser forçado a sair simplesmente pra não ficar estagnado na vida profissional.

Agora, numa coisa essa profissão me deu sorte: é, de longe, a área mais fácil para se trabalhar em qualquer lugar do mundo.

Eu tenho acompanhado a lista de discussão Canada Immigration e vejo certa decepção com relação a exercer sua própria profissão no Canadá. Sempre se escuta falar que existe sempre emprego pra Informática, em qualquer lugar do mundo precisam de gente nessa área, porém, lendo experiências em outras áreas comecei a ficar preocupado. É um caso de profissional com 15 anos de experiência em Marketing no Brasil com MBA na ESPM fazendo trabalho de caixa de supermercado, advogados conceituadíssimos virando manicure e pedicure, gente tendo que estudar tudo de novo pra tentar arranjar uma disputadíssima vaga... Porém, esses dias vi um e-mail que me deixou animado:

"Contrariando todas as noticias, informacoes e estatisticas arranjei o meu emprego, na minha area com 5 (cinco) dias de Canada. Sou DBA Oracle, a estrategia que utilizei foi a seguinte, comprei um numero do Skype aqui em Edmonton, coloquei curriculo nos sites Monster e Workopolis com esse numero, o pessoal me ligava e eu atendia no Brasil ainda. Fiz varias entrevistas ainda no Brasil. 15 dias antes da viagem fiz uma entrevista para uma empresa, dois dias antes de embarcar marcaram uma entrevista pessoalmente aqui em Edmonton, cheguei num domingo a entrevista foi na quinta, na sexta me ligaram dizendo que a vaga era minha. Estou nesta empresa ate entao."

Conversei com o rapaz por e-mail. Está lá há 3 meses e conseguiu emprego em CINCO DIAS. Exatamente a mesma profissão que eu. De cara, achei que tivesse no mínimo uns 20 anos de experiência, pós, doutorado e mestrado; o camarada tem simplesmente 5 anos de experiência e é certificado nas 3 últimas versões do Oracle. Seguindo esse raciocínio, eu chegarei lá com 3 anos de experiência, e espero já ter me certificado pra nova versão que foi lançada há pouco tempo, ou seja, certificado em 2 versões... não sei, mas tô bem na fita!!! hehehehe... sério, já tava me preparando pra ficar 6 meses sem trampo... se arranjar no primeiro mês, é lucro total!

Por minha conta, vou fazer todos os cursos de adaptação ao mercado canadense (o governo disponibiliza esse serviço para os imigrantes), e tenho que estar preparado pra ficar no mínimo uns 6 meses sem emprego, pra não me arriscar. Porém, pensar que posso arranjar um trabalho rapidamente me deixa otimista.

Além disso, a profissão ajuda não só na hora de arranjar emprego. Também posso atribuir à essa profissão a possibilidade de juntar de maneira tranquila o dinheiro necessário para o processo, já que, para os padrões do nosso país, é um trabalho que paga muito bem.

Resumindo: pra quem não sabe o que fazer da vida, eu sugiro dar uma chance pro computador, aquele "eletrodoméstico" cuja função é checar e-mail, digitar trabalho e ver YouTube. Ainda tem muito pra ser feito na área e ainda não tem gente o suficiente para isso acontecer.

Marcadores:

3 de set de 2007 20:32 - :: ultranol ::

Feito para durar

É interessante como nós descobrimos coisas maravilhosas na vida por acaso.

Esse fim de semana a minha esposa estava navegando no YouTube, numa página só com clipes de uma gravadora, e ela clicou sem querer num dos vídeos... ao começar a tocar a música, vi que não era tão ruim... e na verdade ela foi "crescendo" em mim e depois de duas, três escutadas, viciei total e completamente.



A banda se chama Mêlée e a música é Built To Last. Logo ao começar dá pra perceber uma incrível semelhança com outra banda que gostamos, Keane, mas ao contrário deste último, o grupo deste vídeo tem guitarra, o que só deixa o som ainda melhor. O clipe é muito legal, com homenagens a grandes histórias de amor de diversas obras cinematográficas - é simples, mas te faz ver várias vezes pra procurar as referências. Além do filme, a canção é sensacional. Eu sei quando eu gosto realmente de uma música: quando ela me faz arrepiar. Essa é uma delas.

Eu penso: como que eu poderia passar por essa vida sem conhecer isso? É uma pequena amostra, que se aplica a outros casos, como por exemplo, como eu poderia passar minha vida sem conhecer minha esposa? É sempre fácil: bastaria eu não ter conhecido uma banda, que foi através de um site sobre ela que nós nos conhecemos.

A nossa história com o Canadá também rolou totalmente por acaso. Como a minha esposa já comentou num post antigo, ela só veio a saber que o Canadá tem um processo de imigração aberto a profissionais qualificados porque trabalhou com alguém que estava indo pra lá. Caiu com uma luva, pois desde que terminei meu curso de certificação eu estava procurando emprego no exterior, mas longe de obter sucesso. Quando a idéia surgiu, de entrar pra esse processo seletivo, não houve nem dúvida: era isso que a gente queria.

É interessante a gente ir voltando no tempo e ver o quê ligou a o quê, e pensar que, se algo tivesse sido um milímetro diferente, talvez a nossa vida fosse totalmente outra.

E pra mim, com certeza, não é só o acaso.

Espero daqui a algum tempo poder ficar refletindo sobre essas "viagens" lá do Canadá... hehehe

Marcadores:

05/06/2007 Marcação do IELTS
16/06/2007 Exame IELTS
29/06/2007 Resultado do IELTS
07/08/2007 Envio do formulário ao Consulado
13/08/2007 Início do processo
17/08/2007 Confirmação do início do processo (carta)
21/08/2007 Inclusão no sistema (e-CAS)
03/03/2008 Solicitação dos documentos (e-mail)
27/03/2008 Envio dos documentos
19/05/2009 Pedido de atualização de documentos (e-mail)
23/05/2009 Pedido de exames médicos (carta)
29/05/2009 Envio dos exames médicos
17/06/2009 Solicitação dos passaportes e pagamento da taxa final (carta)
18/06/2009 Entrega dos passaportes no Consulado
22/06/2009 Recebimento dos passaportes com visto
13/07/2009 Chegada a Toronto
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Abril 2010
Maio 2010
Julho 2010
Maio 2011
Blogs de quem ainda vai
  Being An Entrepreneur In Canada
  Brancas Nuvens
  Chocolate.ca
  British Columbia 2010
  Cravo e Canela
  Do Brasil ao Canadá
  Folha do Canadá
  Jacques Brothers Without Borders
  Moquequinha Canadense
  Os Lima
  Pipoca & Canadá
  Semeando em Terras Canadenses
  Sonho Congelado
  Sonho no Canadá
  Tutu com Goham

Blogs de quem já foi
  A Era do Gelo
  As Invasões Bárbaras
  Au Québec
  CanaDaBoa
  Canadiando
  Conexão Toronto
  Família Faian no Canadá
  Fla Lá no Canadá
  Icebloggus
  QuebeCoisa
  Lá no Canadá
  Nous sommes arrivés Québec
  Paulistanos numa Fria
  Picolé Carioca
  Projeto Maple Leaf
  Sai da Tua Terra
  Ser e Ter
  Simbora pro Canadá
  Tudo ao Mesmo Tempo
  Unzip Canadá
  Vivendo nosso Sonho

Sobre o processo de imigração
  Como imigrar
  Perguntas sobre a imigração
  Canada Immigration Brasil

Sobre a viagem
  American Airlines
    - Viajando com animais
  Air Canada

Sobre imóveis lá
  Craigslist.org
  Sublet.com
  ViewIt.ca

Sobre empregos lá
  Monster
  Monster (Canadá)
  CareerBuilder

Blogs de amigos
  Acordei que Sonhava
  Perplexões
  Daniela e Cristiano

Outros sites
  Dentista em Casa
  Yuki Noda Photography


Powered by Blogger